Sala de Imprensa

7700-Gal Waldemar BarrosoO presidente da Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), general Waldemar Barroso, iniciou sua palestra no segundo painel do 31º Fórum Nacional citando sua neta, de 10 anos de idade. “Antes, ela me pedia para ajudá-la na lição de matemática. Hoje, ela tem um grupo de whatsapp com outras crianças que resolvem juntas o dever de casa”, disse, destacando o interesse que a tecnologia desperta nas novas gerações. “Pois a Finep tem de ser assim: fomentar tecnologias que causem impacto na qualidade de vida das pessoas”, completou o raciocínio.

Barroso diz ter chegado à Finep com a sensação de quem, além de exercer um cargo de liderança, vai pertencer a uma instituição de extrema relevância para o Brasil. “O profissionalismo técnico dos nossos quadros é inquestionável”, disse. Segundo o militar, o setor aeroespacial é de especial interesse do governo, que já mantém parcerias nesse setor. “No entanto, o corte orçamentário de 42% no setor de ciência e tecnologia nos traz mais um desafio”, comentou. “Trabalhamos em equipe para remover essas barreiras”, acrescentou.

Graduado em Engenharia Mecânica, com mestrado pelo Instituto Militar de Engenharia (IME), onde também foi comandante (reitor) de 2014 a 2017, o general-de-divisão reforçou que sua meta à frente da Finep é contribuir para a geração de conhecimento, a criação de riquezas e a promoção da melhoria da qualidade de vida.