Sala de Imprensa

Roberto Teixeira CostaEm palestra no painel sobre Mercado de Capitais, o economista Roberto Teixeira da Costa, membro do Conselho Diretor do Ibmec, disse que “o maior entrave ao desenvolvimento do Mercado de Capitais no Brasil é uma questão cultural ligada a uma tradição de investimentos em papéis de renda, a tradição rentista”. Sua análise reforçou o diagnóstico feito momentos antes pelo diretor técnico do Ibmec, Carlos Rocca, para quem o grande obstáculo ao mercado é a taxa de juros permanentemente elevada.

Após lamentar a existência de um número muito pequeno de investidores no Mercado de Capitais brasileiro, Costa elencou uma série de pontos necessários à reversão desse quadro, entre esses a retomada do crescimento econômico de forma consistente, a transparência das contas públicas, um ajuste fiscal permanente, a reafirmação da autonomia do Banco Central, a liberdade para a celebração de acordos trabalhistas, a reforma tributária e a reforma da Previdência. Ele disse que o esforço para melhorar a governança das empresas é importante, mas a governança não pode ser responsabilizada pela situação atual do mercado.