Livros

Na crise global: como ser o melhor dos BRICs. Campus, Rio de Janeiro, 2008 [Fórum Especial – set/2008].

Este livro reúne os textos do Fórum Especial, realizado em setembro de 2008, cujo terna foi “Corno ser o melhor dos BRICs — condições fundamentais: Estado moderno (o melhor dos emergentes), sistema político moderno (co-responsável pelo desenvolvimento) e ausência de vulnerabilidade externa”.

No prefácio: João Paulo dos Reis Velloso considera que, a despeito de estarmos diante da pior crise mundial desde a Grande Recessão, a idéia de o Brasil posicionar-se para ser o melhor dos BRICs faz sentido: na própria crise de 1929,o país reagiu e obteve “razoável crescimento e grande expansão industrial, com mudança do modelo de desenvolvimento”.

As seis partes deste livro examinam algumas das condições pelas quais esse desígnio, se vier a ser adotado, poderá viabilizar-se.

Na primeira parte, Clifford Sobel propõe uma parceria global dos Estados Unidos com os BRICs, especialmente o Brasil; José Serra trata do desenvolvimento do Estado brasileiro, e Luciano Coutinho afirma a persistência de muitas oportunidades de investimento no país, a despeito da crise global.

Na segunda, o ministro Miguel Jorge, Fernando J. Ribeiro, Ricardo Markwald e Benedicto Fonseca Moreira discutem como obter, na crise, inserção
internacional inteligente.

Na terceira, o ministro Celso Amorim, Sergio Amaral e Cláudio R. Frischtak apresentam o Brasil no contexto de integração da América Latina.

A gestão moderna do Estado é o tema da quarta parte. Nela, João Geraldo Piquet Carneiro propõe as bases de uma reforma administrativa de emergência e Antonio Augusto Anastasia destaca a importância do investimento em recursos humanos e da busca de resultados para gestão eficiente da coisa pública.

Na quinta parte, o ministro Tarso Genro e respeitadas lideranças políticas, além do jurista Célio Borja, apresentam propostas para o fortalecimento das
instituições políticas.

Na sexta parte, são apresentadas, no contexto de estratégias regionais de desenvolvimento oportunidades para o Nordeste e a Amazônia. O ministro Geddel Vieira Lima examina os desafios da questão regional brasileira e os meios para enfrentá-los. Roberto Cavalcanti de Albuquerque identifica oportunidades de investimento no Nordeste e Amazônia, seguindo-se contribuições sobre esse tema a cargo do BDMG (Paulo Paiva), Banco do Nordeste (Luiz Carlos Everton de Farias), Sudene (Saumíneo da Silva Nascimento) e Suframa (Oldemar Ianck).

R.C.A.

Sumário

Prefácio
João Paulo dos Reis Velloso

PRIMEIRA PARTE – NA CRISE GLOBAL COMO SER O MELHOR DOS BRICS

O melhor dos BRICs: um chamado à parceria global
Clifford Sobel

Desenvolvimento do Estado brasileiro
José Serra

Oportunidades, a despeito da crise global
Luciano Coutinho

SEGUNDA PARTE – CRISE GLOBAL E INSERÇÃO INTERNACIONAL INTELIGENTE

Desenvolvimento produtivo para evitar a volta da vulnerabilidade externa
Miguel Jorge

Balança comercial e deficits em transações correntes: de volta à vulnerabilidade externa?
Fernando J. Ribeiro e Ricardo Markwald

Inserção internacional inteligente para evitar a vulnerabilidade externa
Benedicto Fonseca Moreira

TERCEIRA PARTE – O BRASIL E A INTEGRAÇÃO DA AMÉRICA DO SUL

Os BRICs, o mundo pós-Doha e a América do Sul
Celso Amorim

O Brasil e a América do Sul: encontros e desencontros
Sérgio Amaral

O Brasil e a América do Sul: reflexões sobre as formas econômicas de integração
Cláudio R. Frischtak

QUARTA PARTE – GESTÃO MODERNA DO ESTADO

Bases de uma reforma administrativa de emergência
João Geraldo Piquet Carneiro

Gestão pública: investir nas pessoas, buscar resultados
Antonio Augusto Anastasia

QUINTA PARTE – FORTALECIMENTO DAS INSTITUIÇÕES POLÍTICAS

Fortalecimento do Congresso e principalmente da Câmara
Arlindo Chinaglia

O Parlamento: credibilidade e respeito
Tião Viana

A questão política e a questão da segurança
Tarso Genro

Uma reforma política que fortaleça o Congresso e a democracia
Sérgio Guerra

Sistema político perverso: energia social para mudá-lo
José Eduardo Cardozo

Ética no governo, reforma política e compromisso com a democracia
Arthur Virgílio

A sociedade contra a barbárie — e a favor da civilização
Célio Borja

SEXTA PARTE – PROJETO SINERGIAS: OPORTUNIDADE PARA O NORDESTE E A AMAZÔNIA

Os desafios da questão regional brasileira
Geddel Vieira Lima

Nordeste e Amazônia: oportunidades de investimento
Roberto Cavalcanti de Albuquerque

Oportunidades para o Nordeste e a Amazônia: o papel do BDMG
Paulo Paiva

O papel do BNB no Nordeste de oportunidades
Luiz Carlos Everson de Farias

Os instrumentos de atuação da nova Sudene
Saumíneo da Silva Nascimento

A Suframa e o desenvolvimento da Amazônia Ocidental
Oldemar Ianck