Sala de Imprensa

Crescendo junto com as microempresas

Fortalecer a economia nacional. Essa é não só a meta como também a missão do SEBRAE, explicitada por seu diretor-técnico Carlos Alberto dos Santos, durante o terceiro dia de debates do XXV Fórum Nacional. Durante sua palestra, foram apresentados números e gráficos que confirmam o crescimento cada vez mais sólido das pequenas e médias empresas na economia brasileira. De acordo com o diretor, mudanças na economia nacional nos últimos anos favorecem a atuação dos pequenos negócios. “No País, houve aumento e redistribuição da renda, com o surgimento de uma nova classe média com… ... continue lendo →

Transformando a educação brasileira

Transformar a educação exige mais do que sacrifícios: requer esforço político. Foi o que afirmou o professor Claudio de Moura Castro, presidente do Conselho Consultivo da Faculdade Pitágoras. “Em um País que tem a competência técnica para ser um grande exportador de aviões, as dificuldades práticas de consertar as escolas não são os principais obstáculos. Se nada acontece, é em virtude de uma equação política equivocada”. Na avaliação de Moura Castro, é no palco da política que se ganhará esta guerra. O professor ressaltou que dezenas de modelos econométricos foram testados, associando o… ... continue lendo →

MEC poderá comprar vagas de cursos profissionalizantes da rede privada

As instituições privadas de ensino poderão utilizar espaços ociosos para criar e oferecer cursos profissionalizantes e tecnológicos gratuitos à população, com as vagas sendo pagas pelo Governo Federal. De acordo com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, uma medida provisória neste sentido já está aprovada e vai aumentar ainda mais a oferta de cursos que capacitem profissional e tecnologicamente os jovens para o mercado de trabalho. Aloizio Mercadante abriu o quarto painel no terceiro dia do XXV edição do Fórum Nacional, na sede do BNDES, no Rio de Janeiro. Ele apontou ainda os… ... continue lendo →

Um plano estratégico para desenvolvimento da TIC

Foi lançado no XXV Fórum Nacional o documento “Estratégia TIC Brasil 2022”, que contém a visão de futuro e o plano de ação das empresas de Tecnologia de Informação e Comunicações (TIC) para a próxima década. As bases do documento, que ainda será apresentado à presidente Dilma Rousseff, foram expostas em primeira mão pelo presidente da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia de Informação e Comunicação (BRASSCOM), Antonio Gil. “O Brasil vem sendo reconhecido internacionalmente pela qualidade de soluções de TIC desenvolvidas em diversas áreas, mas precisa remover os atuais gargalos a fim… ... continue lendo →

Brasil desconhece e impede o avanço das pesquisas de biotecnologia em nome de uma falsa proteção da flora e fauna

O Brasil ainda mantém amarras regulatórias e culturais que impedem o desenvolvimento pleno das tecnologias à base da biodiversidade. Quem garante é o presidente da Extracta Moléculas Naturais, Antônio Paes de Carvalho, que não poupou críticas às políticas de patente e regulatórias para as pesquisas e uso da biodiversidade nacional, durante sua apresentação. Houve um erro na complexidade na regulamentação do uso da biotecnologia brasileira, em nome da defesa da biodiversidade. No Brasil, por exemplo, não se pode pedir patente nesta área”, lamenta Paes de Carvalho. Antônio Paes de Carvalho não escondeu a… ... continue lendo →

A oportunidade do pré-sal

O setor de petróleo e gás ainda se apresenta como um importante vetor de desenvolvimento para a economia brasileira na década, seja pelas suas características, seja pelo potencial e dinamismo. Essa é a conclusão apresentada pelo presidente do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustível (IBP), João Carlos de Luca, na abertura do terceiro dia de debates do XXV Fórum Nacional, na sede do BNDES, no Rio de Janeiro. Pelos cálculos do executivo, dentro de poucos anos 10% de toda a formação bruta de capital fixo na indústria brasileira virá exclusivamente do segmento… ... continue lendo →

“Infraestrutura não é para aventureiros”, diz Andrade Gutierrez

“Projeto de infraestrutura tem que ser atrativo, mas não é para aventureiros”. Com esta declaração, o presidente do Grupo Andrade Gutierrez, Otávio Marques de Azevedo, definiu sua palestra. Para Azevedo, o Brasil tem se destacado no cenário econômico mundial, apesar dos gargalos de infraestrutura e do apagão de mão de obra enfrentado pelas empresas nacionais. Para ele, é importante resolver a infraestrutura, mas também outros problemas que afetam a nossa competitividade, como a baixa qualidade da educação, a elevada carga tributária e a burocracia que atrapalha o desenvolvimento dos negócios. Ele propõe garantir… ... continue lendo →

Erros e acertos nos investimentos em inovação

O Brasil tem leis adequadas e competência para inovar, mas não consegue articular um ambiente ideal para a inovação. Essa é a constatação básica que norteou a palestra do professor Marcos Cavalcanti, da COPPE/UFRJ, no encerramento do segundo dia de atividades do XXV Fórum Nacional. Para ele, um possível caminho para a solução desse problema seria transferir de vez a questão da inovação das mãos do Ministério da Ciência e Tecnologia e passá-la ao BNDES. “Lá no BNDES se pensa estrategicamente”, resumiu. “É consenso dizer que o Brasil não inova, apesar do arcabouço… ... continue lendo →

BNDES e CNI mobilizam empresas para o desafio da inovação

Apesar da baixa taxa de investimentos privados na pesquisa e inovação tecnológica no Brasil, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) começa a perceber os primeiros resultados das linhas de crédito oferecidas à indústria. Para o diretor da Área Industrial, Capital Empreendedor e de Mercado de Capitais, Júlio Ramundo, o investimento em plantas de produção do etanol de segunda geração começa a por o País no mapa das nações que investem em inovação tecnológica. Júlio Ramundo lembra que o Brasil não pode mais perder tempo e precisa conciliar os esforços público… ... continue lendo →

Investir em inovação para mudar o país

O Brasil precisa de uma política tecnológica e de inovação ousada. Essa é a principal conclusão do trabalho dos professores Carlos Américo Pacheco, reitor do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), e Júlio Sérgio Gomes de Almeida, do Instituto de Economia da UNICAMP, apresentado durante o segundo dia de debates do XXV Fórum Nacional. Além da correção dos fatores sistêmicos que reduzem a competitividade da empresa brasileira, é necessário enfrentar a questão da inovação com determinação, sob a pena de impedir que a economia industrial do País mire o futuro sem bases mínimas de… ... continue lendo →

Estudo projeta maior tensão social e ameaças reais à globalização nas próximas décadas

As perspectivas globais para as próximas décadas ainda apontam para incertezas nas relações geopolíticas e econômicas na Europa, Ásia e nos Estados Unidos. De acordo com documento apresentado pelo membro do Conselho de Administração do BNDES-PAR, Roberto Teixeira da Costa, ainda há dúvidas se os Estados Unidos serão capazes de formar novas parcerias, principalmente com a China, e manter o status atual de globalização. “No pior cenário, o conflito entre estados aumentaria. Os Estados Unidos se voltariam mais para os assuntos internos, empacando a globalização. Neste cenário, a globalização perde o efeito acelerador… ... continue lendo →

Natura incentiva consumo sustentável no Brasil

O presidente da Natura Cosméticos, Alessandro Carlucci, defendeu o uso consciente da biodiversidade brasileira como modelo para delinear o desenvolvimento econômico brasileiro, com vistas para um futuro sustentável. A sustentabilidade foi tema constante durante sua apresentação no primeiro painel, que aconteceu no segundo dia do evento, na sede do BNDES, no Centro do Rio de Janeiro. Para Carlucci, o principal foco da empresa junto aos clientes brasileiros é o consumo sustentável. Ele apresentou ainda a nova peça publicitária da Natura, sob o slogan “Sou”, que utiliza uma embalagem de mesmo formato feita com… ... continue lendo →