Sala de Imprensa

Brasil cresce em conhecimento, mas não em inovação

O Brasil vem crescendo expressivamente em termos de produção de conhecimento científico, mas está regredindo em termos de transformação desse conhecimento em produtos inovadores colocados no mercado. A frase resume a palestra feita pelo ex-presidente e atual diretor de Ciência e Tecnologia da Finep, Wanderley de Souza, durante a abertura da Sessão Especial do Fórum Especial, que começou hoje e vai até amanhã. De acordo com Souza, os investimentos de R$ 3 bilhões feitos nos últimos 13 anos para aperfeiçoar a estrutura das universidades colocaram o País em 14º lugar mundial, tendo chegado… ... continue lendo →

Os maiores problemas do Brasil são a política e a falta de ética

O presidente do Fórum Nacional João Paulo dos Reis Velloso citou Stefan Zweig, em estudo publicado em 1941, quando já se apontava as bases fundamentais para o crescimento e os problemas brasileiros. "Como conseguir em nosso mundo a convivência pacífica entre as pessoas? Ninguém conseguiu realizar tão bem isso quanto o Brasil", disse Zweig. "Mas, e hoje?", questionou Reis Velloso, para quem a democracia só será preservada se houver manifestação pacífica do povo, de forma ativa e moderna. "O governo somos nós. É inadmissível uma sociedade de cordeiros à mercê de lobos", defendeu… ... continue lendo →

Relação Dívida-PIB pode ir além de 90%

Em sua palestra durante a abertura da Sessão Especial do Fórum Nacional, o economista Affonso Celso Pastore, professor da Fundação Getulio Vargas (FGV), disse que a relação entre a dívida pública e o Produto Interno Bruto brasileiros (Relação Dívida-PIB), atualmente em cerca de 70%, pode ultrapassar 90% nos próximos anos, mesmo com a retomada do crescimento do PIB a partir de 2017 e com as medidas de ajuste fiscal previstas pelo governo sendo implementadas. A estimativa de Pastore está baseada na hipótese de que o PIB volte a crescer a uma média de… ... continue lendo →

Maria Silvia, do BNDES: ênfase em infraestrutura e saneamento

Na abertura da Sessão Especial do Fórum Nacional, a presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Maria Silvia Bastos Marques, disse que o Brasil vive o pior momento de sua história recente e que durante toda a sua vida nunca viu uma crise tão intensa. "O momento não é simples. Na minha vida nunca vi um momento tão difícil do Brasil e, como muitos colegas da minha geração, trabalhamos sobre déficit público, inflação, dívida externa, o que volta a nos preocupar. Nossos indicadores todos retroagiram dez anos. O trabalho não… ... continue lendo →

Começa a Sessão Especial do Fórum Nacional de 2016

Confirmando uma tradição, a Sessão Especial do Fórum Nacional é aberta com música, desta vez ao som Quarteto de Cordas Radamés Gnatalli, sob a regência de Carla Rincón. Nesta edição estará em pauta o tema "Investindo contra a crise e procurando voltar a crescer".         Os debates se estenderão por hoje, quarta-feira 14, e amanhã, quinta-feira 15, sendo conduzidos pelo ex-ministro do Planejamento, João Paulo dos Reis Velloso, à frente do Instituto Nacional de Altos Estudos (Inae), entidade organizadora do evento. ... continue lendo →

O estado brasileiro é uma instituição em colapso

Em palestra realizada na sessão de encerramento do Fórum Nacional, o diretor-técnico do Fórum Nacional, Roberto Cavalcanti de Albuquerque, disse que “muita coisa mudou para pior” na sociedade brasileira nos últimos anos. “O estado brasileiro torna-se uma instituição em colapso e que mergulha de ponta-cabeça na corrupção”, afirmou. De acordo com Albuquerque, o estado brasileiro tornou-se “um estado falido, sem ideias, incapaz de esboçar algum projeto de destino”, ressaltando em seguida que, “felizmente”, já estão em curso iniciativas que buscam superar essa situação, destacando a proposta de bases para um Plano Nacional de… ... continue lendo →

Por que os cineastas não vão às escolas e favelas?

A antropóloga Alba Zaluar, professora do Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Uerj, fez, nesta quinta-feira 19, no Rio, uma provocação aos intelectuais, artistas e cineastas que vêm se manifestando contra o novo governo e contra a fusão dos ministérios da Educação e Cultura, promovida pelo presidente Michel Temer. "Quando nós pesquisadores buscamos recursos nas instituições de fomento, como a Faperj, temos que dar a contrapartida indo às universidades e escolas. Por que os artistas, os cineastas que protestaram em Cannes não fazem isso? Por que não vão às escolas, às favelas… ... continue lendo →

Os inteligentes não são melhores que os burros

O autor teatral e cineasta Domingos de Oliveira não pode comparecer a XXVIII edição do Fórum Nacional, mas enviou uma gravação teatralizada sobre a "alegria como atalho à felicidade". No texto "toda a economia tem que ser de felicidade", Domingos lembra que o homem, como todo animal, nasce para morrer e, no intervalo entre esses dois adventos, se debate, se reproduz, produz bens. "Adoro a incoerência, penso que a incoerência muitas vezes trai a verdadeira ordem. E o pensamento científico, para não recorrer à coerência, tem que trair a si mesmo", disse Domingos… ... continue lendo →

Evitar contraposição entre favela e cidade

Em palestra na sessão de encerramento do Fórum Nacional, sob o tema “Favela é Cidade, Favela é Cultura”, a socióloga Marília Pastuk disse que “a linguagem falada nas áreas periféricas e faveladas do Rio de Janeiro têm sua legitimidade questionada e até negada”, acrescentando que essa prática deixa de reconhecer a riqueza cultural e linguística gerada nessas comunidades. Marília defendeu o trabalho abraçado pelo Fórum Nacional voltado para identificar e estimular conteúdos locais nas comunidades e evitar a contraposição entre favela e cidade, respeitando as características de cada comunidade. Ela destacou trabalhos socioculturais… ... continue lendo →

A felicidade pode vir em doses fatais

Desafiado a falar sobre a "economia da alegria", durante o XXVIII Fórum Nacional, nesta quinta-feira 19, no Rio, o escritor Affonso Romano de Sant'Anna citou algumas definições de "felicidade" encontradas por ele em textos de pensadores, da ciência e até das religiões.       Sant'Anna, no entanto, devolveu a provocação citando o poeta Vicente de Carvalho: Só a leve esperança, em toda a vida, Disfarça a pena de viver, mais nada: Nem é mais a existência, resumida, Que uma grande esperança malograda. O eterno sonho da alma desterrada, Sonho que a traz… ... continue lendo →

Uma governança para a Baía de Guanabara

Em palestra na sessão de encerramento do XXVIII Fórum Nacional, sobre “As Urgências da Questão Ambiental”, o secretário do Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Rio de Janeiro, André Corrêa, defendeu a necessidade de se construir um órgão de governança para a Baía de Guanabara que possa coordenar as ações dos muitos municípios e órgãos de governo que têm ingerência sobre as águas da Baía, como Marinha, Estado e municípios do seu entorno. “Os órgãos que têm ingerência sobre a Baía não se falam”, lamentou, afirmando que “empoderar uma governança que trate… ... continue lendo →

A crise e a busca da indústria criativa

O Quarteto de Cordas Radamés Gnatalli, sob a regência de Carla Rincon, encheu de música a pré-abertura da sessão de encerramento da 28ª edição do Fórum Nacional, com obras de Heitor Villa-Lobos e outros.       Em seguida, a secretária de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, Eva Doris Rosental, garantiu nesta quinta-feira, dia 19, durante a sessão de encerramento do XXVIII Fórum Nacional, no Rio, que é preciso aproveitar a crise econômica nacional que vivemos para buscar na arte e na cultura uma redescoberta dos municípios brasileiros. "Nós estamos vivendo… ... continue lendo →