Sala de Imprensa

A terra treme no país da desigualdade e dos paradoxos

O eixo comum, sob a diversidade de reivindicações dos protestos que tomam as principais metrópoles do País desde junho, é a proclamação indignada do colapso da representação política. Em poucas palavras, os manifestantes não acreditam em partidos e políticos que renovam seus mandatos no mercado de votos, sem perceber que o mero respeito às regras do jogo não é suficiente para manter a democracia de pé. Esta é a avaliação feita pelo antropólogo Luiz Eduardo Soares, professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), em sua contribuição às discussões da Sessão Especial… ... continue lendo →

Os dez dias que abalaram o Brasil

As manifestações de protesto em todo o País, sem qualquer liderança ou articulação política formal, estão pondo em xeque não só as instituições e representações políticas tradicionais, mas principalmente os tradicionais modelos de análise social. Pelo menos foi esta a análise apresentada pelo professor da Coppe-UFRJ e coordenador do Centro de Referência e Inteligência Empresarial (Crie), Marcos Cavalcanti, em sua participação na Sessão Especial do Fórum Nacional, realizado na sede do BNDES, no Rio de Janeiro. Cavalcanti lembra que os jovens que hoje estão nas ruas não participaram da luta pela democracia e não… ... continue lendo →

O futuro da relação Brasil-China

A relação econômica bilateral entre Brasil e China ainda se ressente de um esforço mais estruturado pelo lado brasileiro, sobretudo no que se refere à remoção de eventuais barreiras e à exploração de oportunidades do mercado chinês. Essa foi a conclusão do estudo apresentado pelo presidente da Inter B Consultoria, Claudio Frischtak, em sua exposição no Fórum Nacional (Sessão Especial). Na palestra sobre “O Corredor Brasil-China”, Frischtak destacou o impressionante crescimento do fluxo de comércio entre os dois países, que no decênio 2002-2012 partiu de US$ 4,1 bilhões para alcançar US$ 75,5 bilhões ao… ... continue lendo →

A singularidade comercial brasileira

A análise da política comercial brasileira e da integração do País à economia mundial foram o tema central da palestra de Ricardo Markwald, diretor da Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior (Funcex). Em sua apresentação na Sessão Especial do Fórum Nacional, Markwald divulgou o estudo intitulado “A inserção do País na economia mundial – qual a singularidade do Brasil?”. Para responder ao questionamento formulado no título do trabalho, o pesquisador adotou um enfoque comparativo e examinou à luz de diversos indicadores as diferenças e semelhanças entre o Brasil e outros dez países: China,… ... continue lendo →

Quando incentivos contraditórios emperram o crescimento

A atual política industrial brasileira pode ser descrita como um conjunto de incentivos contraditórios, que, por um lado, dispõe de instrumentos adequados de fomento à inovação, defesa da concorrência, proteção ambiental, direitos de propriedade intelectual, regulação bancária e fiscalização do mercado de capitais. Mas, em contrapartida, a eficácia destes instrumentos é obstruída por diversos mecanismos, como a estrutura de proteção aduaneira em vigor desde a reforma comercial do governo Collor, ações antidumping em favor de produtores de bens intermediários, precariedade da infraestrutura de transportes e outras distorções divulgadas regularmente em publicações internacionais como “Doing… ... continue lendo →

A economia do Brasil está doente, mas não devemos atacar todos os sintomas ao mesmo tempo

Em sua participação no Fórum Nacional, o ex-presidente do BNDES Edmar Bacha garantiu que a economia brasileira está doente, e que a pressão inflacionária, a desindustrialização e os sucessivos “pibinhos”, crescimentos pífios do Produto Interno Bruto, mostram isso. O economista alerta que as características do baixo crescimento industrial brasileiro são consequência do isolamento econômico a que o País se impôs em relação ao comércio internacional, com exportações de apenas 12,5% do PIB. Bacha, que preside o Instituto de Estudos de Política Econômica da Casa das Garças, lembra que este resultado representa menos de… ... continue lendo →

Importar para exportar

Além das dificuldades do cenário econômico mundial, a internacionalização das empresas brasileiras ainda esbarra em diversos obstáculos, como a elevada carga tributária do País. A opinião é de Pedro Passos, presidente do Conselho do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (IEDI), em palestra sobre o “Fortalecimento da Competitividade Internacional da Indústria Brasileira”, feita na Sessão Especial do Fórum Nacional. Subvertendo o antigo lema “exportar é o que importa”, Passos propõe “importar para exportar”, através de novas formas de integração comercial, trazendo como referência para a produção doméstica a estrutura de custos internacionais. Para… ... continue lendo →

O desafio da indústria passa pela infraestrutura

O Brasil está entrando em uma nova fase de crescimento, que deverá se caracterizar por um reequilíbrio dos setores produtivos, com ampliação da competitividade da indústria e da retomada do vigor das exportações de manufaturados. Esta é a avaliação de Wagner Bittencourt de Oliveira, vice-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), feita durante os debates da Sessão Especial do Fórum Nacional. Em sua palestra sobre “Estratégia para o Desenvolvimento Industrial, com Melhor Inserção Internacional”, o executivo relembrou um pouco de sua experiência pessoal como funcionário de carreira do BNDES, traçando um… ... continue lendo →

FÓRUM vai discutir o desenvolvimento do Nordeste

O Superintendente da Sudene, Paes Landin, anunciou nesta quarta-feira, 18, durante a Sessão Especial do FÓRUM NACIONAL, na sede do BNDES, no Rio de Janeiro, a realização do II Fórum Nordeste 2030. O Evento será no dia 11 de outubro, em João Pessoa (PB), quando reunirão especialistas, políticos, universidades e técnicos em torno da busca de alternativas que garantam o desenvolvimento da região, que, segundo Landin, tem um forte potencial de desenvolvimento. “Apesar do clima, o Nordeste tem uma grande demanda de consumo.  54 milhões de habitantes, 1.554 quilômetros quadrados de extensão e… ... continue lendo →

Visão de Brasil: E o Povo vai às Ruas – a Terra Treme: como entender o Espírito Moderno?

Os protestos que tomaram as ruas das principais metrópoles do País desde junho e que sacudiram as principais instituições políticas brasileiras, principalmente o Congresso Nacional e o Palácio do Planalto, como símbolos dos poderes legislativo e executivo nacional, deixam um importante alerta. É no que acredita o ex-ministro do Planejamento João Paulo dos Reis Velloso, presidente do Fórum Nacional. Para ele, é preciso ouvir, compreender e atender a voz das ruas, mas nada pode substituir as instituições. “O povo vai à rua, mas a rua não pode substituir as instituições, que têm que… ... continue lendo →

Começa o FÓRUM NACIONAL – SESSÃO ESPECIAL

Com a apresentação solo da pianista Simone Leitão, interpretando Rondó de Mozart e Alma Brasileira de Villa-Lobos, começa neste instante o FÓRUM NACIONAL - SESSÃO ESPECIAL, na sede do BNDES, no Rio de Janeiro. Nesta edição estarão em destaque os temas: Estratégia de Desenvolvimento Industrial, com maior Inserção Internacional; Fortalecimento da Competitividade e O Povo vai às Ruas, a Terra Treme. Como entender o espírito moderno. O presidente em exercício do BNDES Wagner Bittencourt será o primeiro palestrante, com foco no tema central, com 15 minutos de exposição. ... continue lendo →