Sala de Imprensa

Se o judiciário quiser cuidar do presente vai quebrar a cara

Em palestra no XXVIII Fórum Nacional, o ministro Dias Tofolli, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse que nos últimos anos o Brasil tem vivido um processo de “transferência do poder eleito para a tecnocracia judicial”. De acordo com Tofolli, essa situação “é grave” e precisa ser revista. “O judiciário tem que cuidar do passado e estamos pedindo que ele cuide do presente e do futuro”, criticou. Para o ministro do STF, cuidar do presente é tarefa do Poder Executivo e o futuro é tarefa do Poder Legislativo. “Se o Judiciário quiser cuidar do… ... continue lendo →

Responsabilidade ética em tempos de mundo virtual

Coube ao ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, o encerramento do primeiro dia de debates da Sessão Especial do Fórum Nacional. O ministro trouxe ao centro das discussões a questão da ética na nova revolução industrial, e citou uma entrevista realizada em 1964 com o escritor e inventor Arthur Clarke, em que o autor previa uma dezena de situações que hoje são corriqueiras – como as teleconferências, a própria ideia do mundo online e até a possibilidade de educação à distância. “Vivemos um admirável mundo novo”, afirmou o ministro. “E o conhecimento gratuito,… ... continue lendo →

O ensino brasileiro é uma camisa de força

O sociólogo Simon Schwartzman reforçou, nesta terça-feira, 15, no Rio, a necessidade de o País rever todo o modelo de ensino, principalmente para o ensino médio. Para Schwartzman, O Brasil tem aumentando significativamente os gastos com educação e os resultados disso no ensino médio são insignificantes. "Ainda temos um modelo dos anos 40, quando o ensino médio era coisa para poucos privilegiados. Universalizamos o ensino médio, mas não o adequamos aos novos tempos", lamentou. “Em sua opinião, qualquer país do mundo que pretende lidar com a universalização do ensino superior tem que entender… ... continue lendo →

Por um salto de modernidade nas escolas

Presidente do Conselho Consultivo do Instituto de Arte Contemporânea e Jardim Botânico (Inhotim), Claudio de Moura Castro defendeu a meritocracia e boa gestão na educação como caminhos para o desenvolvimento. “Todo diretor de escola merece autonomia e cobrança, além de menos burocracia”, afirmou. “É preciso ensinar menos e educar mais”, defendeu Moura Castro, propondo também que se repense o papel do professor e o devido currículo que ele deve cumprir. O palestrante apontou os principais erros dos ensinos fundamental, médio e superior ao longo de sua apresentação. Para ele, é possível criar uma… ... continue lendo →

O Brasil não tem meta, estratégia e nem política nacional de educação

O professor e ex-secretário de educação do Estado do Rio de Janeiro, Wilson Risolia, nesta terça-feira, 15, durante a Sessão Especial do Fórum Nacional, lamentou  que durante todo o tempo em que esteve à frente da pasta da educação em um dos principais estados brasileiros, jamais recebeu uma documento ou orientação nacional de estratégia e metas nacionais para a educação. "Eu nunca recebi um paper sequer, durante todo o tempo em que estive à frente da secretaria de educação do Estado do Rio de Janeiro, me informando sobre qual a estratégia e metas de educação… ... continue lendo →

Em busca da educação de qualidade

O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) foi o responsável pela abertura dos debates da tarde da Sessão Especial do Fórum Nacional, sobre o tema “Transformar a Educação para que a Educação transforme o Brasil”. Ele começou destacando a crise profunda que o País atravessa e manifestou seu temor pelo futuro da sociedade brasileira. “O sistema educacional que nós temos é um fator de desarticulação social”, afirmou. O educador propõe um País eficiente. Mas vê o fisiologismo, o paternalismo e a educação de baixa qualidade como vetores que impedem o alcance desta meta. “Somos um… ... continue lendo →

A pesada conta do Governo Grátis

O mito do Governo Grátis não se sustenta mais no País. Foi o que afirmou Paulo Rabello de Castro, presidente do Instituto Brasil Atlântico, na palestra “Ponto de Virada: do ‘Governo Grátis’ ao sociocapitalismo sustentável”, proferida no terceiro dia do XXVII Fórum Nacional. O autor logo tratou de explicar a expressão. “O Governo Grátis é o limite supremo do populismo, aquele estágio da manipulação coletiva em que o grupo no poder tenta repartir vantagens de todos os tipos para largos segmentos do público eleitor, sem provocar aparentes custos para ninguém”, disse, revelando que… ... continue lendo →

O Ciberativismo das denúncias vazias e sem articulação política

O sociólogo e professor da Universidade de São Paulo, Bernardo Sorj, fez severas críticas, nesta quarta-feira, 13, durante o XXVII Fórum Nacional, no Rio de Janeiro, à chamada "terceira onda" e ao ciberativismo. De acordo com Sorj, com essa nova fatia social nasce uma demanda baseada em denúncias vazias, que mudam diariamente, sem que haja qualquer articulação ou mobilização para se buscar respostas reais para tais demandas. "Quando se lê um jornal, pelo menos se tem que virar páginas e correr os olhos sobre outras informações. No ciberativismo, todos os questionamentos a ideias… ... continue lendo →

Crise de governança alcança escala mundial

Governança não é sinônimo de governo ou governabilidade, mas, para ser eficaz, pressupõe grau suficiente de racionalidade e eficiência estrutural da máquina estatal e sua burocracia. Esta foi uma das lições deixadas pelo ex-ministro da Fazenda Marcílio Marques Moreira, em palestra no terceiro dia de debates do XXVII Fórum Nacional. “A crise de governança ocorre em escala mundial, entre líderes de esquerda e de direita”, comentou Marcílio. Ao analisar as principais barreiras que emperram a boa governança entre os três Poderes, o ministro citou o déficit de racionalidade e de eficácia na relação… ... continue lendo →

Reformar o Poder Judiciário é uma demanda mundial

A Ministra do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia, foi enfática, nesta quarta-feira, 13, no Rio de Janeiro, ao afirmar que reconhece a necessidade de mudanças no poder judiciário, mas disse também que não há muitos modelos a serem observados no mundo e que a necessidade de mudanças na Justiça é tema em debate na Alemanha, nos Estados Unidos e em muitos países com demandas e realidades jurídicas completamente diferentes do Brasil. "O poder judiciário desde sempre é composto de um juiz que tenta substituir a vingança com justiça. E isso até hoje mudou… ... continue lendo →

Priorizar a educação só ganhou força com pressão popular

Apesar de parecer um problema crônico, os investimentos em educação no Brasil só passaram a ser apontados entre as chamadas prioridades nacionais e políticas nos anos 80 e a ganhar mais destaque a partir da Constituição de 88. De acordo com a jornalista Kalinka Iaquinto, no entanto, somente em 2007 é que o tema educação ficou entre as três prioridades políticas, ao lado da saúde e segurança, em razão de uma maior pressão popular. “A leitura que se tem é que houve e tem havido uma mudança de postura não apenas da população,… ... continue lendo →

Ensino profissionalizante enfrenta tempos incertos

O ensino técnico profissionalizante no Brasil é um sistema confuso e nanico. A constatação é de Claudio de Moura Castro, assessor especial da presidência do Grupo Positivo, que ministrou palestra na sessão especial do Fórum Nacional. “Não há nenhum país de primeira linha que não tenha um sistema de preparação para o trabalho que não seja sólido, caro e operando sob boas regras”, afirmou. Para Moura Castro, o primeiro cuidado ao discutir a preparação para o trabalho é entender que abrange processos muito díspares. “Simplificando, há duas vertentes: na primeira, estão os cursos… ... continue lendo →