Sala de Imprensa

2896-Ricardo CastanheiraO Vice-presidente de Negócios da Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR), Ricardo Castanheira, disse há pouco, na sessão sobre infraestrutura que encerra o 31º Fórum Nacional, que o setor de infraestrutura nacional está otimista com relação aos avanços que estão sendo preparados e estimulados pelo governo do presidente Jair Bolsonaro, principalmente no que se refere aos projetos e planejamento de longo prazo.

Castanheira alertou, no entanto, para a impaciência provocada pela imensa demanda brasileira por estradas, portos e logística. ” Nós viramos uma chave em janeiro e já estamos cobrando. O governo está se reestruturando e tenho certeza que no segundo semestre começaremos a ver os projetos andarem, pois as equipes são competentes”, disse.

O executivo recordou os três pontos que garantem atratividades aos leilões de concessões: Regras claras, estabilidade jurídica e parceria também com as agências reguladoras. “As agências reguladoras precisam ser resolvidas [no seu entendimento dos processos], pois elas terão que não só fiscalizar, mas compreender que para implantar, por exemplo, uma praça de pedágio, precisamos de licenças e autorizações. Não é só vencer a concessão e tacar pau”, resumiu Castanheira.