Livros

Pobreza e mobilidade social. Nobel, São Paulo, 1993 [V Fórum Nacional- 1993].

O presente volume considera o combate à pobreza e a recuperação da mobilidade social ascendente condições essenciais para que o desenvolvimento moderno se realize no Brasil, na sua integralidade. É também mais uma contribuição do Fórum Nacional ao exame da questão social brasileira, aprofundando seu entendimento ao identificar os caminhos para sua resolução.

Evidencia-se, a partir do estudo de José Pastore e Archibald O. Haller, que a mobilidade social no Brasil, caracterítica do desenvolvimento brasileiro das décadas de 60 e 70, reduziu-se grandemente nos anos 80 e tornou-se mesmo descendente (dos filhos com relação aos pais, ou de uma mesma pessoa ao longo de sua vida), traduzindo-se em desmotivação e desesperança. Sem o crescimento sustentado, esta inquietante tendência deverá acentuar-se, ampliando as tensões sociais e frustrando expectativas.

De outra parte, os estudos sobre pobreza (a cargo de Roberto Cavalcanti de Albuquerque, Hamilton Tolosa e Sonia Rocha), além de constatarem um grande aumento dos muito pobres na década passada (o número de pessoas em condições de pobreza crítica cresceu de 30 milhões em 1980 para quase 40 milhões em 1990), comprovam a tendência para a metropolitanização da pobreza. Examinam-se, ademais, a distribuição dos pobres entre os centros metropolitanos e suas periferias, verificando diversos padrões de especialização da pobreza, incidências de pobreza centro-periferia igualmente elevadas nas metrópoles de menores níveis de desenvolvimento (Fortaleza, Recife, Salvador); concentração de pobres nas periferias de Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Curitiba; e incidências equivalentes e baixas no centro e na periferia da Grande São Paulo.

Reconhecendo que o crescimento da economia é condição necessária, embora insuficiente, para reduzir a pobreza crítica no país, os autores propõem um conjunto de medidas de política antipobreza, centradas nos investimentos em recursos humanos orientados para as populações pobres, e avaliam sua eficácia e, em particular, seus impactos sobre a pobreza metropolitana.

Em estudo especial, Nelson do Valle Silva examina a situação social do negro no Brasil, identificando claros indícios, na vida nacional, de mecanismos discriminatórios, de base racial, embora reconheça que o conhecimento sobre o assunto ainda não permite a concepção de políticas públicas corretivas específicas.

Sumário

Apresentação

A transição para a modernidade no Brasil
João Paulo dos Reis Velloso

Introdução

Pobreza e mobilidade social
Roberto Cavalcanti de Albuquerque

Parte I – Mobilidade social

O que está acontecendo com a mobilidade social no Brasil?
José Pastore e Archibald O. Haller

Parte II – Pobreza no Brasil

Pobreza e exclusão social
Roberto Cavalcanti de Albuquerque

Políticas de combate à pobreza: experiências e equívocos
Hamilton C. Tolosa e Sonia Rocha

Núcleo-periferia metropolitana: diferenciais de renda e pobreza
Sonia Rocha e Hamilton C. Tolosa

Parte III – Estudo especial: Situação do negro

Situação social da população negra
Nelson do Valle Silva