Livros

Na crise global, as oportunidades do Brasil e a cultura da esperança. J. Olympio, Rio de Janeiro, 2009 [XXI Fórum Nacional- 2009].

Na crise global, as oportunidades do Brasil e a cultura da esperança publica os estudos, pronunciamentos e comentários dos painéis III a V e da Sessão de Encerramento do XXI Fórum Nacional (2009). Cobre assim as principais oportunidades identificadas no Plano de Ação contra a Crise, elaborado, sob a coordenação do ministro João Paulo dos Reis Velloso, pelo Fórum Nacional e a Cúpula Empresarial, que reúne cerca de cinquenta dos maiores empresários do país.

Na primeira parte do livro discute-se o novo papel do Brasil como um dos grandes players no mundo do petróleo. Vê-se o pré-sal como oportunidade única para transformar a economia, discute-se a estratégia a adotar na exploração da nova riqueza — além de se examinar aspectos como o marco regulatório e, em geral, o modelo jurídico para o petróleo nacional depois do pré-sal.

A segunda parte aborda os novos avanços visualizados para a matriz energética brasileira e a oportunidade do Brasil de tornar-se um importante polo mundial de tecnologias da informação e comunicação (TICs). Analisa-se, em particular, a matriz elétrica brasileira e a economia de baixo carbono; as energias alternativas para a propulsão veicular (com destaque para o carro elétrico); novas tecnologias em biocombustíveis; logística de transporte de massa nas grandes cidades; e os caminhos a serem seguidos pelo Brasil no que respeita As TICs.

A terceira parte trata das oportunidades econômico-sociais constantes do Plano de Ação. Dá-se destaque à redução. pobreza alcançada nos últimos anos (que continua a ocorrer em 2009, a despeito da crise), à geração de oportunidades para os pobres (educação e emprego, principalmente) e à educação de qualidade como alta prioridade nacional.

A quarta e última parte tem como tema “O Brasil e a ‘cultura da esperança'”, vista, em tempos de crise, como capaz de mobilizar as energias nacionais para continuar buscando um futuro melhor pera todos. O tema é considerado em suas interfaces com um Brasil tido como “um país do futuro” (Stefan Zweig), bem como com a construção de uma sociedade ativa e moderna. Culminando com depoimentos de três conceituados jornalistas sobre “A mídia e a sociedade ativa e moderna”.

Outro livro, lançado simultaneamente pela José Olympio e intitulado A crise global e o novo papel dos BRICs, publica os demais estudos, pronunciamentos e comentários do XXI Fórum Nacional.

R.C.A.

Sumário

Introdução

Na crise global, as oportunidades do Brasil e a “cultura da esperança”
João Paulo dos Reis Velloso

PRIMEIRA PARTE – PLANO DE AÇÃO, I: TRANSFORMAR O BRASIL EM UM DOS GRANDES PLAYERS NO MUNDO DO PETRÓLEO

O novo papel do Brasil no mundo do petróleo e a estratégia a adotar
José Formigli

Os desafios do pré-saI: marco regulatório
Alvaro Alves Teixeira

Urna oportunidade única: petróleo e gás e o desenvolvimento industrial brasileiro
João Carlos Ferraz e Filipe Lage de Sousa

Petróleo, oportunidade e desafios: a Shell no Brasil
Vasco Dias

O modelo jurídico para o petróleo depois do pré-sal
Paulo Metri

SEGUNDA PARTE – PLANO DE AÇÃO, II: NOVOS AVANÇOS NA MATRIZ ENERGÉTICA E NA INFORMÁTICA

Novos avanços em nossa matriz energética
Edison Lobão

Energias alternativas para propulsão veicular: pesquisa e desenvolvimento no Brasil
Sergio Machado Rezende

A matriz elétrica brasileira e a economia de baixo carbono
Cláudio R. Frischtak

Novas tecnologias em biocombustíveis: oportunidades e riscos para o Brasil
Lutz Augusto Horta Nogueira

Nova logística de transporte de massa nas grandes cidades brasileiras
Marcus Quintella

O caminho do Brasil em tecnologia da informação e comunicação, TIC
Antonio Carlos Rego Gil

TERCEIRA PARTE – PLANO DE AÇÃO, III: OPORTUNIDADES ECONÔMICO-SOCIAIS

Crise econômica e pobreza: o que há de novo no Brasil metropolitano
Marcio Pochmann

Como gerar oportunidades para os pobres
Sonia Rocha e Roberto Cavalcanti de Albuquerque

Por que não deveríamos nos preocupar com a qualidade da educação
Claudio de Moura Castro

QUARTA PARTE – O BRASIL E A “CULTURA DA ESPERANÇA” (AINDA O PLANO DE AÇÃO)

O Brasil e a cultura da esperança
Luiz Felipe d’Avila

A “cultura da esperança” em Stefan Zweig
Alberto Dines

Construção da sociedade ativa e moderna
Claudio Weber Abramo

A MÍDIA E A SOCIEDADE ATIVA E MODERNA: DEPOIMENTOS

Imprensa, mídia e sociedade em transformação
Eleonora de Lucerna

Imprensa e “cultura da esperança”
Aluizio Maranhão

Internet, jornalismo e democracia
André Lahóz