Livros

Favela como oportunidade – Plano de Desenvolvimento de Favelas para sua Inclusão Social e Econômica (Cantagalo, Pavão-Pavãozinho, Rocinha, Borel e Complexo de Manguinhos). INAE, Rio de Janeiro, 2013 [XXV Fórum Nacional (Jubileu de Prata – 1988/2013)].

Este livro, intitulado Favela como oportunidade (Plano de Desenvolvimento de Favelas para sua Inclusão Social e Econômica), dá continuidade ao esforço, coordenado pelo Fórum Nacional, de promover diálogo entre as lideranças comunitárias e as organizações públicas e entidades privadas, visando a contribuir para o desenvolvimento e inclusão na sociedade dos moradores das favelas do Rio de Janeiro.

Coordenado por João Paulo dos Reis Velloso, presidente do Fórum Nacional, com a assistência de Marilia Pastuk, o livro contém propostas de desenvolvimento e inclusão social e econômica para comunidades da Zona Sul do Rio (Cantagalo,  Pavão-Pavãozinho e Rocinha) e da Zona Norte (Borel e Complexo de Manguinhos).

Conduziu essa tarefa um colegiado de instituições parceiras, que inclui a Arquidiocese do Rio de Janeiro, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, BNDES, o Programa de Aceleração do Crescimento, PAC, do Governo Federal, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro, o Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos (a quem coube a organização deste livro), a Fundação Oswaldo Cruz, a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, a Federação das Favelas do Estado do Rio de Janeiro, a Ação Comunitária do Brasil do Rio de Janeiro – além, é claro, dos moradores e lideranças das cinco comunidades referidas.

Para cada uma das comunidades foram identificadas as intervenções em curso dos poderes públicos e dos parceiros privados em seus territórios; realizado um diagnóstico econômico-social das favelas; e levantado o estado atual do atendimento as propostas de inclusão econômica e social apresentadas nos dois eventos do Fórum Nacional de 2012, propostas essas coligidas em dois livros.

Colhidas as observações e reações dos moradores e lideranças comunitárias a essas iniciativas e seus desdobramentos, elas foram sistematizadas, passando a constar do presente livro. Questões como a regularização fundiária; a melhoria na infraestrutura urbana básica; a educação até o nível médio, acoplado a cursos profissionalizantes – com atendimento especial aos jovens egressos do tráfico; o fomento ao empreendedorismo; o apoio a iniciativas na área da cultura, inclusive com a criação de centros culturais; o desenvolvimento do turismo naquelas comunidades são abordadas com pertinência e objetividade.

Tudo isso, conforme vem dizendo João Paulo dos Reis Velloso,”dentro da ideia que inspirou a elaboração de tão importante trabalho –‘Favela é Cidade’”.

A ideia é que se esse Plano de Inclusão Social e Econômica de Favelas sirva de modelo para o País, pois até cidades como Ouro Preto estão hoje coalhadas de favelas.

Sumário

1ªParte: Comunidades da Zona Sul

1. Cantagalo e Pavão-Pavãozinho

1.1. Trabalhos realizados pelo Poder Público e parceiros no território

1.1.1. Dados sobre as comunidades

1.1.2. Situação de atendimento às propostas de inclusão socioprodutiva para o Cantagalo e Pavão-Pavãozinho, trazidas pelo livro “Favela como Oportunidade”

1.2. Observações dos moradores e lideranças comunitárias

1.2.1. Discussão sobre a devolutiva das autoridades às 21 propostas de inclusão socioprodutiva que surgiram das comunidades do Cantagalo e
Pavão-Pavãozinho, listadas no livro “Favela como Oportunidade”

1.2.2. Sistematização das respostas dadas por moradores e trabalhadores do território sobre impressões, desejos e propostas para suas
comunidades

2. Rocinha

2.1. Trabalhos realizados pelo Poder Público e parceiros no território

2.1.1. Dados sobre as comunidades

2.1.2. Situação de atendimento às propostas de inclusão socioprodutiva para a Rocinha, trazidas pelo livro “Favela como Oportunidade”

2.2. Observações dos moradores e lideranças comunitárias

2ª Parte: Comunidades da Zona Norte

1. Borel

1.1. Trabalhos realizados pelo Poder Público e parceiros no território

1.1.1. Dados sobre as comunidades

1.1.2. Situação de atendimento às oito propostas de inclusão socioprodutiva para o Borel, trazidas pelo livro “Favela como Oportunidade”

1.2. Observações dos moradores e lideranças comunitárias

1.2.1. Discussão sobre a devolutiva das autoridades às oito propostas de inclusão socioprodutiva que surgiram das comunidades do Complexo do Borel, listadas pelo livro “Favela como Oportunidade”

1.2.2. Sistematização das respostas dadas por moradores e trabalhadores do território sobre impressões, desejos e propostas para suas comunidades

2. Complexo de Manguinhos

2.1. Trabalhos realizados pelo Poder Público e parceiros no território

2.1.1. Dados sobre as comunidades

2.1.2. Situação do atendimento as propostas de inclusão socioprodutiva para o Complexo de Manguinhos, trazidas pelo livro “Favela como
Oportunidade”

2.2. Observações dos moradores e lideranças comunitárias

2.2.1. Discussão sobre a devolutiva das autoridades às 11 propostas de inclusão socioprodutiva que surgiram das comunidades do Complexo do
Manguinhos, listadas no livro “Favela como Oportunidade”