Livros

Brasil: desafios de um país em transformação. J. Olympio, Rio de Janeiro, 1997 [IX Fórum Nacional- 1997].

O IX Fórum Nacional (1997) teve como tema básico O Plano Real e visão do futuro nacional. Este livro publica os principais estudos apresentados durante aquele evento anual, considerado hoje o mais importante espaço de debates sobre as questões de maior relevância para o desenvolvimento do país.

Na introdução, em que analisa os principais resultados do IX Fórum, João Paulo dos Reis Velloso considera que o Brasil vem passando, desde 1985, por fase de grandes transformações econômicas, sociais e políticas. Reconhece os méritos do Plano Real: a eliminação da “hiperinflação indexada, com certo crescimento e, na fase inicial, alguma redução da desigualdade e da pobreza”. Porém entende que, para assegurar um novo e duradouro ciclo de crescimento, faz-se necessário aprofundar o ajuste macroeconômico, tornar a economia internacionalmente competitiva e construir sociedade mais justa.

A partir dessa moldura, Reis Velloso avalia os estudos apresentados e as discussões havidas nos diversos painéis do Fórum: Plano Real e crescimento; reestruturação industrial, abertura e estratégias empresariais; emprego e crescimento; reforma agrária e política agrícola; a estratégia brasileira em face dos blocos regionais e a controvérsia sobre a Alca; e a gestão das grandes cidades. E, sem deixar de referir-se aos pontos de vista divergentes sobre esses temas, destaca os consensos obtidos, em particular aqueles consubstanciados em propostas de políticas e estratégias.

Na primeira parte do livro, o Plano Real é examinado sob a ótica do financiamento. Edmar Bacha considera que, nos próximos três anos, as privatizações irão deter o crescimento da dívida líquida do governo e financiar déficits em conta corrente do balanço de pagamentos. E Raul Velloso examina as finanças da União, formulando proposta inovadora para ajuste fiscal relevante e durável, válida também para os estados e municípios.

A segunda parte, discutem-se a reestruturação industrial em curso e as estratégias empresariais decorrentes. José Roberto Mendonça de Barros e Lídia Goldenstein consideram que a reestruturação produtiva avança para setores mais dinâmicos da indústria, entre os quais o eletroeletrônico e o de bens de capital, embora uma nova política de investimento e competitividade deva ser buscada com mais afinco para consolidar esse processo. Luciano Coutinho, no entanto, identifica, no país, tendência para especialização industrial regressiva, dado o enfraquecimento da empresa nacional nos setores manufatureiros complexos, de alto valor agregado e maior dinamismo tecnológico, atingidos pela abertura às importações. Antonio Barros de Castro, Adriano Proença e Heitor M. Caulliraux abordam o reposicionamento das empresas em resposta à estabilização e à abertura econômica, bem como as estratégias de negócio e produção, antes e depois do Plano Real.

A terceira parte do livro analisa o posicionamento do Brasil diante dos blocos regionais, a Alca e o Mercosul,. Marcelo de Paiva Abreu discute as estratégias brasileiras alternativas diante da proposta, liderada pelos Estados Unidos, de constituição da Área de Livre Comércio das Américas. E João Bosco M. Machado e Ricardo Markwald examinam a dinâmica recente do processo de integração do Mercosul e as perspectivas de sua ampliação na América Latina.

A quarta parte trata da questão do emprego. Lauro Ramos, e José Guilherme Almeida Reis, José Márcio Camargo, Edward J. Amadeo, Jorge Mattoso e Paulo Baltar qualificam, sob diversos ângulos, sua evolução recente, no contexto de economia em processo de liberalização, reestruturação produtiva e crescimento apenas moderado. Por fim, Juarez de Castro Oliveira e Roberto Cavalcanti de Albuquerque empreendem análise prospectiva do mercado de trabalho, considerados os seus determinantes demográficos.

Sumário

Introdução

Um país em transformação – criando uma economia internacionalmente competitiva
João Paulo dos Reis Velloso

Primeira Parte – O Plano Real, a privatização e o déficit público

Privatização e financiamento no Brasil, 1997-99
Edmar Bacha e John Welsh

Uma proposta para acelerar o ajuste fiscal
Raul Velloso

Segunda Parte – Reestruturação industrial e estratégias empresariais

Reestruturação industrial: três anos de debate
José Roberto Mendonça de Barros e Lídia Goldenstein

A especialização regressiva: um balanço do desempenho industrial pós-estabilização
Luciano Coutinho

O Plano Real e o reposicionamento das empresas
Antonio Barros de Castro

Estratégias de produção na indústria brasileira: evolução recente
Adriano Proença e Heitor M. Caulliraux

Terceira Parte – O Brasil e os blocos regionais

O Brasil e a Alca: interesses e alternativas
Marcelo de Paiva Abreu

Dinâmica recente do processo de integração do Mercosul
João Bosco M. Machado e Ricardo A. Markwald

Quarta Parte – Emprego e crescimento

Emprego no Brasil: os anos 90
Lauro Ramos e José Guilherme Almeida Reis

Estabilização, emprego e restrição externa
José Márcio Camargo

Rentabilidade do setor tradeable e geração de empregos
Edward J. Amadeo

Estrutura econômica e emprego no Brasil: a experiência recente
Jorge Mattoso e Paulo Baltar

Tendências populacionais no Brasil e pressão sobre o mercado de trabalho futuro
Juarez de Castro Oliveira

Determinantes demográficos do mercado de trabalho no Brasil, 1995-2020
Roberto Cavalcanti de Albuquerque