Livros

A nova ordem mundial em questão. J. Olympio, Rio de Janeiro, 1993 (1ª edição), 1994 (2ª edição) [Conferência Internacional sobre a Nova Ordem Mundial- 1992].

Este volume publica os estudos apresentados na Conferência Internacional sobre a Nova Ordem Mundial, iniciativa do Instituto Nacional de Altos Estudos – Inae (Fórum Nacional) que reuniu, no Rio de Janeiro, em abril de 1992, políticos, intelectuais e técnicos, de grande projeção, da Europa, da América do Norte, do Japão, da América Latina e do Brasil.

As profundas transformações por que passa o mundo neste final de século apontam na direção de uma nova ordem mundial distinta da que se impôs durante a guerra fria, a qual, contudo, ainda não se encontra delineada. A identificação dos atores mundiais relevantes, das estruturas econômicas e políticas emergentes e dos processos de sua evolução é o caminho para captar sua provável configuração e para vislumbrar como esse novo ordenamento irá encontrar as soluções para as questões centrais da agenda internacional da atualidade.

Na primeira parte deste livro, personalidades de projeção internacional como Helmut Schmidt, Robert McNamara, Louis Emmerij e Georgi Arbatov traçam amplo e multifacetado panorama da ordem mundial emergente, debatendo, em profundidade, seus principais desafios.

Na segunda parte, especialistas em relações internacionais dos Estados Unidos (Robert Gilpin), do Reino Unido (Laurence Martin), do Japão (Kazuo Takahashi) e da Rússia (Andrei Kortunov) examinam os fatores políticos e econômicos que poderão determinar um novo equilíbrio internacional, com destaque para a multiplicidade de atores políticos, de um lado, e a construção de uma economia mundial sem fronteiras e altamente interdependente, de outro. Constata-se, em especial, que as preocupações com a segurança nacional deverão perder gradualmente importância ante a globalização da competição econômica, vista como uma verdadeira ‘luta pelo produto mundial’. Destaque especial é dado às repercussões do desmoronamento do império soviético e à ‘divisão de trabalho’, em escala mundial, entre os Estados Unidos, o Japão e a Alemanha.

Na terceira parte, Francisco R. Sagasti e Gregorio Arévalo, Nicolai Shmelyov, Carl Dahlman, Zoltan J. Acs, David B. Audretsch e Yasunori Baba debatem o processo, em curso, de reestruturação econômica, em particular o domínio e o emprego das novas tecnologias (que configuram a Terceira Revolução Industrial), dando-se especial atenção para o que vem ocorrendo, no plano econômico, nos países em desenvolvimento, em especial na América Latina, bem como para a crise econômica vivida pela Rússia e o domínio, pelo Japão, das tecnologias de ponta.

Na quarta parte, finalmente, Sylvia Ostry, Albert Fishlow, Colin I. Bradford Jr., Carlos Augusto Santos Neves e Winston Fritsch analisam as tendências à regionalização econômica (formação de blocos regionais) e suas implicações para os países de industrialização recente, com ênfase para os casos latino-americanos, em geral, e brasileiro, em particular.

Na introdução do livro, Luciano Martins desenvolve visão de síntese da conferência e suas principais conclusões, e ressalta que o Brasil deve aprofundar suas reflexões sobre os grandes desafios propostos pela agenda internacional contemporânea, melhor capacitando-se como ator relevante no cenário mundial e para mais ampla e benéfica inserção em economia cada vez mais globalizada.

Este livro ganhou o Prêmio Jabuti de 1994

Sumário

Nota

A Nova Ordem Mundial em Questão

Introdução
Luciano Martins

Primeira Parte – Panorama da ordem mundial emergente

O mundo: configurações flutuantes
Helmut Schmidt

A nova ordem internacional
Robert McNamara

Governabilidade nacional e internacional: discrepâncias
Louis Emmerij

O novo ordenamento mundial: a perspectiva russa
Georgi Arbatov

Os desafios da nova ordem em gestação (debate entre os expositores)

Novos enfoques sobre o tema (debate geral)

O que deve, esperar os países menos desenvolvidos (encerramento)

Segunda Parte – O novo equilíbrio político internacional

Ordem internacional, interdependência assimétrica e recursos de poder
Luciano Martins

A nova ordem política e econômica mundial
Robert Gilpin

O futuro equilíbrio internacional
Laurence Martin

Parceria global para a paz e o progresso
Kazuo Takahashi

O colapso soviético e as relações internacionais: implicações político-estratégicas
Andrei Kortunov

Terceira Parte – A reorganização econômica e as novas tecnologias

A América Latina na nova ordem global fracionada
Francisco R. Sagasti e Gregorio Arévalo

O caso da Rússia: prioridades imediatas
Nicolai Shmelyov

Os países em desenvolvimento e a Terceira Revolução Industrial
Carl Dahlman

Inovação e mudança tecnológica: a nova ciência
Zoltan J. Acs e David B. Andretsch

Japão: a aliança homem-máquina
Yasunori Baba

Quarta Parte – As tendências à regionalização e as perspectivas dos países de industrialização recente

A nova ordem mundial e a tendência à regionalização
Sylvia Ostry

Regionalização: nova direção da economia mundial
Albert Fishlow

A questão da regionalização e suas implicações para os novos países industrializados
Colin I. Bradford Jr.

A América do Sul e os blocos emergentes
Carlos Augusto R. Santos Neves

A estratégia comercial brasileira em transformação
Winston Fritsch